Teatro Eva Wilma apresenta A Princesa dos Cajueiros

A Princesa dos Cajueiros é uma opereta escrita e apresentada por Artur Azevedo em 1880. A história, em forma de teatro musical, é um prólogo de dois atos, sendo uma sátira ao Imperador do Brasil, D. Pedro II e ao momento histórico que vivíamos por aqui. E pasmem: ele assistiu e se divertiu. A peça, encenada pela Cia do Badoque e adaptada por Loren Louro, retrata a história do Reino dos Cajueiros e seu soberano El Rei Caju, que tenta a todo custo dar à corte a sua tão sonhada herdeira, mesmo que para isso ele precise forçar o médico do paço real a criar alguma “medicina” que faça efeito na já avançada gravidez da rainha. O pobre coitado Doutor Escorrega inicia, então, uma jornada para evitar a forca, seja dançando, cantando ou trocando bebês. E tudo para que venha logo a “princesa dos cajueiros”. 

Elenco: André Myers, Brayan Patrick, Danilo Martucci, Felipe dos Reis, Hillary Matos, Ludmila Antunes, Janaína Alves, Luma Zannata, Marcelo Cortez, Marcelo Masso, Morena, Sabrina Estefam, Stephany Arins Boninsegna, Vick e Victor Angerami

Ficha Técnica:

Adaptação e direção: Loren Louro 

Assistente de direção e coreografia: Victor Escaramboni 

Direção musical: Anderson França 

Preparação vocal: Morena 

Produção Executiva: Léo Antunes 

Iluminação: Yago Senciani 

Figurinos e Cenografia: Cia do Badoque 

Quem é Artur Azevedo?

Artur Nabantino Gonçalves de Azevedo, também conhecido como Artur Azevedo, foi um escritor, dramaturgo, poeta, contista, prosador, comediógrafo, crítico, cronista e jornalista brasileiro. Nasceu em 7 de julho de 1855 em São Luís do Maranhão e se mudou para o Rio de Janeiro, onde faleceu em 22 de outubro de 1908. Ao lado de seu irmão, o escritor Aluísio Azevedo, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.

A Princesa dos Cajueiros – Teatro Eva Wilma

A partir de 05/04, às 21h 

  1. Antônio de Lucena, 146 – Tatuapé

Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Onde comprar: bilheteriaexpress.com.br