Soluções capilares e tratamento oncológico em união

São mais de 15 anos de trabalho sério atendendo pacientes mais que especiais, afinal, a luta contra o câncer é algo extremamente complexo. Diante de tanta tecnologia em tratamentos e protocolos, Luiz Crispim achou seu propósito de vida: espalhar amor e ter empatia pelas pessoas, pois o cabelo é a moldura do rosto e pode fazer diferença em nossa saúde física e mental.

“Por isso, há tanto tempo, estou à frente da Lully Hair, empresa especializada em soluções capilares, que cresceu e acaba de inaugurar uma segunda unidade com localização estratégica para atender o público oncológico. Já é complicado enfrentar bravamente um câncer e, então, abri este espaço para que elas tenham conforto e não passem tanto tempo no trânsito. Vivo meu propósito, que é o de doar autoestima para as pessoas através dos cabelos, e faço isso com o maior amor do mundo”, relata.

O empresário sempre acompanhou casos de pessoas que sofriam com a perda capilar, sendo que ele mesmo sentiu na pele o que é conviver com o problema: “Tenho um carinho enorme pelos cabelos porque cresci em uma comunidade muito pobre e lembro que, na escola, ficava com feridas na cabeça por causa da infestação de piolhos. Isso era recorrente, pois eu tinha uma mãe que teve paralisia na infância e não sabia, nem tinha os recursos para cuidar. Eu tive muitas doenças no couro cabeludo. Aos sete anos, sofri bullying porque andava com a cabeça raspada e enfaixada, e as outras crianças achavam que eu era doente por conta disso e me excluíam. Quando atendo hoje, me transporto para aquele menino, para as sensações e pensamentos horríveis que tinha, e percebo o que minha cliente está passando.” Relembra emocionado.

Para ele, acolher e tratar as clientes da forma mais orgânica possível são da parte humana de qualquer trabalho. Por isso, divide o tempo entre atendimentos, a administração dos negócios e causas sociais.