Mapa astral faz diferença na vida pessoal e profissional, sabia? Eu que o diga!

Quem diria: eu estava errada. Na minha singela ignorância, nunca achei que mapa astral pudesse ser algo tão profundo, essencial e benéfico em minha vida. Eu achava que tinha a ver com astral, com sorte, com emoções somente, mas é muito mais que isso e aprendi o certo com uma profissional nota dez. Conheci Fernanda Palhares durante uma pauta e comecei a me aprofundar nisso. Até que, um dia ela me convenceu a fazer o meu, diante de tantas experiências positivas de homens e mulheres que atendeu, de diversos níveis e classes sociais. E pasmem: ao fazer a leitura do meu mapa, a pessoa (Fernanda) que nunca tinha me visto na vida (até hoje não nos conhecemos pessoalmente, só virtualmente) descreveu como eu sou, todas as minhas qualidades, defeitos, comportamentos, exatamente TUDO. Do momento em que fiz a primeira consulta e em que tive vários insights a momentos marcantes da minha vida, até hoje, posso dizer que estou mudada. Foram-se cerca de quatro meses e após o mapa, dei continuidade à terapia com a Fernanda via online. E vamos por partes…

No mapa descobri muita coisa sobre mim que estava “esquecida” ou até nem sabia. Eu profissionalmente sempre dei muito certo (graças a Deus) e descobri que isso se deve ao alinhamento de Touro, Júpiter e Mercúrio no meio do céu que traz prosperidade, expansão e abertura. Acredite que ela me contou que existem pessoas que viajam em busca desse alinhamento, vão para o México, Peru e outros locais para passar aniversário nesse local, na revolução solar. Eu já tenho isso no meu mapa natal então sempre me favoreceu e eu nunca soube. Aliás, tenho uma tríade de signos de terra no meu profissional o que me impulsiona e justifica meu jeito “work a holic” de ser. Dentre várias outras coisas, descobri e redescobri características pessoais que me relembraram memórias, situações e atitudes no meu mapa natal e me animei muito a experimentar a terapia chamada TVP Terapia de Vivências Passadas. Essa terapia é diferente das outras porque acessa memórias que temos no inconsciente buscando ressignificar essas questões, porque assim que desbloqueamos a lembrança e sentimento, evitamos padrões de repetição e evoluímos, não repetindo no mesmo erro.

O que essa terapia tem feito por mim? Muita coisa! Estou mais focada, me cuidando mais porque através da ressignificação de traumas também mudamos nosso comportamento em vários sentidos. Parece que as peças do quebra-cabeça começam a se encaixar e vão cada vez mais e mais fazendo sentido. Não vou entrar à fundo porque são questões pessoais, mas, tenho aprendido a me valorizar, a me perdoar, a entender melhor o andamento das coisas e a ter mais resiliência. Sem falar no conforto pessoal por estar mais bem resolvida e com emoções mais equilibradas. Em resumo? Peço desculpas a Fernanda Palhares por ter sido tão ignorante antes por, na verdade, falta de conhecimento e a agradeço imensamente e pelo resto da vida pela transformação que está executando em mim! Quer saber mais? Acessa o insta dela que ela mesma te explica tudo: @mfernandapalhares