Os benefícios da atividade física para o sono

Uma pesquisa feita por Charlene Gamaldo, M.D., diretora médica do Johns Hopkins Center for Sleep no Howard County General Hospital, nos Estados Unidos, alegou que pessoas que praticaram pelo menos 30 minutos de exercícios moderados notaram diferença na qualidade do sono, no mesmo dia em que praticaram atividade física. Segundo Rodrigo P. Pedrosa, cardiologista, médico do sono e coordenador do Laboratório do Sono do PROCAPE da Universidade de Pernambuco, ao praticar exercício físico há uma melhora na condição do sono reparador, o mais profundo e de melhor qualidade. O sono restaurador, promove o bem-estar para o dia todo. Além da boa relação com a melhora da ansiedade, do humor, do bem-estar e da disposição. “Afinal, ao dormir, as pessoas não estão apenas repousando, o organismo também está metabolicamente ativo e uma série de hormônios importantes para a saúde estão sendo produzidos”, afirma Pedrosa. A atividade física regular pode afetar positivamente distúrbios do sono como a apneia obstrutiva, por meio da perda de peso, aumento do tônus muscular das vias aéreas superiores e da diminuição do acúmulo de fluido no pescoço. Os principais benefícios para os pacientes incluem a redução da gravidade da condição e da sonolência diurna, além de aumento da eficiência do sono durante a noite e consumo máximo de oxigênio.