Em foco: a pele do colo e pescoço, que merece mais que atenção!

Muito se fala de rejuvenescimento facial, porém você sabia que também é possível melhorar o aspecto do pescoço e colo? Com o aumento no número de pessoas realizando tratamentos faciais, precisamos lembrar que essa região também precisa de atenção. A maioria das pacientes procura o consultório quando algo já incomoda e, com o passar dos anos, a pele do colo e pescoço também sofre mudanças.

Mas é possível melhorar desde já. Sinais do tempo como flacidez, sulcos, manchas, queratoses actinicas, carcinoma basocelular, queloides e rugas presentes na região do pescoço e colo também podem ser minimizados com cuidados diários. Os tratamentos estéticos também podem ajudar no processo de prevenção e até mesmo atenuar sinais de envelhecimento e tratar e prevenir lesões malignas pela exposição solar ao longo da vida.

A máxima de que o melhor remédio é prevenir vale para esse caso, ou seja, é muito importante cuidar da hidratação e firmeza da pele do pescoço e colo desde cedo. Para minhas pacientes indico o famoso banco de colágeno – procedimentos que estimulam a firmeza da pele da região da face, pescoço e colo de forma constante e progressiva.

Esta área está sempre exposta à radiação solar e nem sempre cuidamos de forma adequada a fim de prevenir e tratar as manchas, as lesões pré-malignas, as rugas e a flacidez de forma disciplinada. E olha que essa região sofre com muitas alterações ao longo da vida, não só pela exposição solar, mas também por ser uma área de movimentação intensa e que sente bastante com excesso de pele durante a idade e variações de peso.

A pergunta que não quer calar é: que tal olhar para essa região com mais atenção? Se as manchas te incomodam, considere tratamentos para superfície da sua pele, tais como lasers, luz intensa pulsada, carboxiterapia ou peeling químico. Se a flacidez chegou temos muitas opções de Bioestimuladores para dar mais firmeza a pele no pescoço ou até mesmo tecnologias como o Enerjet 2.0 e microagulhamento automático. Se as linhas do pescoço estão marcando, indico: Skinbooster, Enerjet e Bioestimuladores, Toxina Botulínica, etc.

Saindo da área da beleza e entrando mais em saúde, é preciso lembrar que Poiquilodermia ou Poiquilodermia de Civatte são marcas que aparecem no colo e no pescoço, caracterizadas pela alteração da cor e enrugamento da pele nessas regiões. A pele, normalmente, apresenta-se com um tom marrom-avermelhado, vascularizado em formato do V do decote. Essa aparição pode estar associada a lesões pré-cancerígenas como as queratoses actinicas ou já cancerosas como no caso do carcinoma basocelular.

Fazendo o diagnóstico e tratamento das lesões estaremos fotorejuvenescendo a região – tratando e ou prevenindo o câncer de pele nesta região com grande exposição solar ao longo da vida.

Dentre seus principais fatores, podemos citar: predisposição genética; exposição cumulativa ao sol; processo de envelhecimento; hipersensibilidade de contato e fatores hormonais. A lesão costuma ser evolutiva e tem a ver com a reação da pele à exposição ao sol, aquela de todo o dia. Depois de instalada não some sozinha ou com cremes dermatológicos. A avaliação e o tratamento precisam sempre estar voltado a preocupação com a saúde e a estética ao mesmo tempo. Luz Intensa Pulsada é a minha tecnologia preferida para o seu tratamento e claramente da região. Crioterapia, peelings químicos e microagulhamento também são opções terapêuticas. A associação com Skinbooster e bioestimuladores realizados aqui na clínica ajudam no rejuvenescimento e firmeza tratando toda a região como um todo. Feito isso, sua pele, agradecerá!

Por Dra Flávia Maklouf
Dermatologia Integrativa e estética, CRM. 115.181 Clínica AngioSkincare
@flaviamaklouf.dermato